ANDROPAUSA

Mas o quMelhor idadee significa essa história de ANDROPAUSA para o Homem?

  • O que é ANDROPAUSA?
  • Quais são os Sintomas de ANDROPAUSA?
  • ANDROPAUSA e Sexualidade
  • Testosterona e ANDROPAUSA
  • Qual é o tratamento?
  • Problemas da Terapia de Reposição Hormonal

O que é ANDROPAUSA ?

O nome é uma referência ao fenômeno hormonal que ocorre em mulheres – menopausa – a partir dos 45 anos de idade. Porém não representa o mesmo tipo de alteração. Em mulheres, há um acentuado declínio na produção hormonal que leva a falência funcional das gônadas (ovários) e interrupção do ciclo menstrual. Nos homens, foram identificadas várias alterações hormonais, entre as quais a mais comum é uma redução dos níveis de testosterona, porém não resultante em falência gonadal completa ou interrupção de uma função fisiológica. Há muitas diferenças entre a menopausa e o fenômeno de nome similar dos homens. Não existe uma faixa de idade mais comum para início dos sintomas, nem todos os homens apresentam este problema, o diagnóstico é difícil e o tratamento extremamente controverso. O melhor nome para essa condição é Declínio Androgênico do Envelhecimento Masculino (DAEM)

O que ocorre exatamente na ANDROPAUSA?

 A deficiência de testosterona no homem idoso pode causar: diminuição do interesse sexual (libido) e da qualidade das ereções, diminuição da massa muscular, aumento da massa de gordura visceral e alterações no perfil lipídico no sangue, diminuição da massa óssea e osteoporose, e diminuição da sensação de bem-estar, caracterizada como diminuição da atividade intelectual, dificuldade de orientação espacial, fadiga, depressão.

Todavia, não se sabe exatamente, se esta diminuição de testosterona é um fenômeno isolado, que ocorre devido uma falência da gônada em evolução (hipogonadismo primário) ou se é decorrente de outras alterações no complexo mecanismo de controle hormonal do organismo.

Pessoas com problemas sexuais podem estar na ANDROPAUSA ?

Este é um assunto bastante polêmico. Sabemos que um dos principais efeitos da diminuição dos níveis de testosterona é a disfunção sexual. No entanto, várias pesquisas demonstram que, na maioria dos homens com problemas sexuais, a causa não é hormonal. Apenas em 3 a 4% dos casos de disfunção sexual em homens de todas as idades é devido a problemas hormonais. No homem idoso, aumenta a freqüência de problemas hormonais, mas também aumenta a freqüência de outros problemas que podem causar impotência como por exemplo doenças vasculares, diabetes, problemas cardíacos e neurológicos, etc. Por esta razão, não se pode afirmar que os problemas sexuais de todos os homens idosos são necessariamente decorrentes de alterações hormonais. A maioria não é. Para saber se um distúrbio sexual está associado a alterações características da ANDROPAUSA é preciso consultar um urologista ou um endocrinologista.

Uma pessoa com níveis de testosterona diminuídos no sangue pode estar na ANDROPAUSA ?

Isto não é verdade. Há uma redução natural dos níveis de testosterona que ocorre com a idade. No entanto, esta redução não implica necessariamente em problemas de saúde. A medicina ainda não compreende muito bem por que isso ocorre. Sabemos que há diferentes formas de testosterona no sangue. Uma delas é a testosterona livre, considerada a responsável pelos efeitos conhecidos dos andrógenos. Uma parte da testosterona está ligada com outras moléculas e não tem efeitos biológicos muito claros. Talvez por esta razão existam homens com sintomas de deficiência androgênica com níveis de testosterona normais e outros sem sintomas, com níveis de testosterona diminuídos. É o conjunto de sinais e sintomas, associado a vários tipos de exames de sangue que permite ao médico fazer o diagnóstico correto de ANDROPAUSA.

O Homem precisa fazer Terapia de Reposição Hormonal ?

Não. A reposição hormonal só é recomendável em homens com indicações exatas. Estas indicações são: presença de um ou mais sintomas atribuíveis ao baixo nível hormonal, dosagens de testosterona mostrando níveis baixos; alterações compatíveis de outros hormônios responsáveis pela regulação dos testículos. Isto não ocorre em todos os homens e não existe certeza se todos os homens com este quadro clínico necessitam de tratamento. As conseqüências da redução hormonal para o organismo não são completamente conhecidas. Não sabemos se haverá comprometimento importante na saúde do indivíduo que não for tratado. Por isso, não se pode recomendar a reposição hormonal rotineira em homens idosos. O conhecimento médico sobre as conseqüências da privação hormonal em homens idosos é decorrente de situações clínicas incomuns, como a resultante de ablação hormonal terapêutica indicada em homens com câncer de próstata.

Quais são os cuidados que um homem em Terapia de Reposição Hormonal precisa ter?

A Terapia de Reposição Hormonal deve ser controlada pelo médico a cada quatro meses no primeiro ano de tratamento. É preciso se certificar da ausência de problemas hepáticos, cardíacos e de próstata e da ausência de alterações no perfil lipídico do sangue. A testosterona sintética é metabolizada pelo fígado e pode causar danos para este órgão; pessoas com fatores de risco para doenças cardíacas podem ter agravamento do risco durante o tratamento com testosterona; pessoas com câncer de próstata oculto podem ter aumento na velocidade de crescimento do tumor. Porém a reposição hormonal não causa câncer de próstata. Finalmente, os resultados do tratamento são medidos pela melhora dos sintomas: melhora da função sexual, aumento da massa muscular, melhora da sensação de bem estar e da disposição em geral.

Para mais informações veja: www.urodinamica.com.br                                                                    

Autor: Dr. Carlos Alberto Bezerra

Esse post foi publicado em Saúde Masculina, Urologia para a melhor idade e marcado , , , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s